terça-feira, agosto 03, 2004

Os estudantes vistos pelos "mais velhos"

Pela primeira vez na curta história deste blog vou falar de uma coisa séria: a forma como os "adultos" vêem os "jovens" estudantes. Aproveito já para dizer que faço parte do último grupo muitas vezes criticado pelo primeiro. Depoi de ler os comentários feitos a um artigo do Correio da Manhã, saltou-me a tampa. Uma coisa que me irrita mesmo é as pessoas generalizarem casos. Dizerem que "uma das grandes culpas é a ignorância dos alunos que é cada vez mais alarmante." já é pura estupidez e demonstra a dita ignorância mas por parte de quem a diz (será que quem a disse é um aluno? Se sim, peço vos imensa desculpa, mas tudo o que está escrito não faz sentido...). Partimos do príncipio que se os alunos são ignorantes a culpa é, também, em parte do professor que ou não os sabem ensinar, ou se está a "borrifar" pr'a eles. Os alunos, muitas vezes, podem não querer ser ensinados, mas uma coisa que aprendi ao longo de 12 anos foi que os alunos agem de acordo com as "acções" do professor que têm. Se desde o início um professor dá espaço ao aluno para este fazer o que quer, é natural que dificilmente (re)conquiste o seu respeito. Como uma professora minha uma vez disse é tudo uma questão de atitude! Por outro lado, os alunos conseguem ser muito "mauzinhos" com os professores que sofrem de falta de "atitude". Massacram-nos sempre que podem, pois sabem que não vão ser punidos. E sim esses até podem ser considerados um pouco "ignorantes", mas em relação à forma como tratam os outros. Mas o que é mesmo preocupante nesta situação é que já se tornou numa espécie de ciclo vicioso: os professores culpam (todos) os alunos pelo insucesso escolar; os alunos culpam o "sistema"; etc, etc... E entretanto quem acaba por perder são aqueles alunos que se interessam pelas aulas e não têm culpa da incompetência de um professor-que-só-tem-essa-profissão-porque-não-tem-emprego-em-mais-nada ou de um professor-que-não-consegue-controlar-os-alunos-porque-não-tem-"aitude". Enquanto ninguém perceber o que está incorrecto, esta situação tende a piorar e aí vão continuar as afirmações de sempre: "E os alunos, que cada vez estão menos interessados em aprender? Eles querem é não ser chateados e estão-se nas tintas para a escola. Deles e desta atitude ninguém fala... A culpa é sempre dos professores!" duana